27 de novembro de 2012

Não seja desagradável


Aprenda a ser uma mulher de mil e uma utilidades. As mulheres que não conseguem fazer muitas coisas ao mesmo tempo geralmente são deixadas pra trás chupando os dedos. Nos dias de hoje, nós temos que ser capazes de fazer muitas coisas ao mesmo tempo pra que possamos chegar a algum lugar em breve. Apoie a sua família e amigos e ao mesmo tempo, esteja ocupada. Cuide da sua casa e ao mesmo tempo, cuide de você. Não faça simplesmente um ou outro – isso não é agradável de jeito nenhum.

Não evite ficar em casa. A sua casa nunca deve ser evitada, não importa o que você faz na vida. Aprenda a amar o seu lar. Toda mulher precisa entender que ela é também uma dona de casa. Nós podemos ser donas de casa ou destruidoras do lar. Você pode trabalhar o dia todo e ainda sim cuidar bem da sua casa. É tão agradável estar com mulheres que sabem cozinhar, limpar e ser donas de casa. Elas sabem decorar todos os lugares que vão, elas são sempre tão limpinhas e organizadas e geralmente admiradas por outras mulheres.


Tome conta da sua própria vida. O que a pessoa fez no final de semana passado, onde ela foi, pra onde ela está viajando, realmente não é da sua conta a não ser que ela te fale… Você pode achar que isso não seja relevante pra você, mas pense nas vezes que você perguntou às pessoas onde compraram algo que estavam vestindo… isso é totalmente desagradável e indiscreto. Se você gosta de algo que viu alguém usar, procure você mesma pela tal coisa e evite comprar exatamente o mesmo, tenha um pouco de personalidade.

Fique feliz com o sucesso dos outros. Se você sinceramente não ficou feliz, ore pra que Deus mude os seu coração, pois essa é uma das características mais básicas de um Cristão.


Essas foram as últimas dicas, espero que tenham gostado. Eu aprendi bastante e cada dia uma dica foi pra mim! Se quiser acrescentar outras dicas, deixe nos comentários aqui em baixo!
Pra quem não leu o primeiro post, essas dicas eu tirei do blog da d. Cris.

Josi Rocha

blog.josirocha@r7.com

26 de novembro de 2012

Ser agradável 5º Dia


Vamos às dicas de hoje, que eu achei interessantíssimo especialmente para os que gostam de se aparecer. J

Tenha estilo. As pessoas que não sabem se vestir para o seu tipo de corpo, frequentemente se sentirão inferior àquelas que sabem e por causa do seu sentimento de inferioridade, elas não se sentirão a vontade para serem o que são. Trabalhe no seu estilo, crie uma imagem pra si mesma. Você é divertida? Use cores. Você é bonitinha? Use flores. Você é criativa? Use uma mistura de coisas. Mostre sua personalidade na sua maneira de vestir, aí está algo bem agradável de ver.

Se você diz que vai fazer algo, faça prontamente. Se você pega algo emprestado de alguém, devolva o mais rápido possível. Não fique devendo nada a ninguém, isso é uma das maneiras mais desagradáveis de lidar com os outros.

Pense nos outros sempre que fizer algo. Se coloque no lugar delas. Se você está tirando o seu carro do estacionamento e tem alguém esperando por você, não demore colocando os cintos de segurança, se olhando no espelho, vendo onde deixou o celular ou ligando pra alguém. Deixar as pessoas esperando por você e por causa de você nunca é agradável.

Nunca se faça o centro das atenções, inclusive quando você estiver no Facebook. Não coloque uma foto sua posando para a câmera só pra mostrar o quão bonita você estava naquele dia. Se você vai colocar uma foto, coloque fotos tiradas com outras pessoas e de outras pessoas. Você deve gostar mais de celebrar os outros do que a si mesma.

Não seja rápida para descartar a opinião dos outros. Se você não gosta da opinião de alguém, você pode dizer que vai pensar mais sobre o assunto, não diga que você não gostou e pronto. Uma pessoa agradável ouve e pensa. Lembre-se sempre disso.

Acho que não preciso comentar nada sobre as dicas de hoje!

Josi Rocha

blog.josirocha@r7.com



22 de novembro de 2012

Ser agradável






Hoje a dica está especial...vamos lá.





v Tenha cuidado quando falar de si mesma. As pessoas se irritam facilmente quando os outros ficam se gabando das coisas que fizeram e alcançaram. Se você não está dando conselho sobre algo que você fez, se pergunte se é realmente necessário falar sobre as suas realizações.

É bom ser quieta, mas não o tempo todo. Há momentos em que precisamos ser agradáveis em conversas. Uma das conversas mais embaraçosas que já tive foram com pessoas que não falam, eu senti como se estivesse sozinha na conversa e o pensamento de evitar tais pessoas no futuro, passou pela minha cabeça.

Não seja um carrapato. Se você gosta da companhia de alguém, não deixe com que o seu gostar se torne em uma obsessão. Dê espaço pra pessoa, não esteja colada em cada movimento que ela fizer.

Dê. Dê seu tempo e dê presentes. Se você quer ser agradável, mas raramente dá algo para as pessoas, vai ser muito difícil você até mesmo ser considerada uma pessoa agradável. Pense nas pessoas que você tanto ama e admira, por que você se sente assim? Porque elas te deram algo sem pedir nada em troca. Faça o mesmo com os outros.

Não fale das pessoas e não compartilhe de coisas que não são relevantes às pessoas que você conhece. A pessoa agradável fala sobre coisas relevantes.


Lendo as dicas de hoje, me lembrei de uma pessoa muito especial! Ela é carismática, doce e sabe ser uma mulher agradável. De uns tempos pra cá ela vem me surpreendendo a cada dia. Tenho certeza que Deus tem trabalhado na sua vida porque ela tem se empenhado e mais, suas atitudes falam por si.

Não estou aqui para declarar um amor em público por essa pessoa, não é este o objetivo desse texto, até porque ela já sabe que eu gosto dela e isso não precisa ficar explicitamente exposto na internet, como a gente vê nas redes sociais por aí; Mas quero ressaltar aqui, que para ser uma pessoa agradável não precisa muito. Ela conseguiu isso sem querer. Apenas com gestos simples de gentileza, de delicadeza e consegue ser amável sem fazer muito esforço. É natural dela. Com certeza também aprendo com ela, apesar dela achar que não.

A penúltima dica é bem verdadeira, da mesma forma como eu procuro dar, eu tenho recebido! E isso é demais e não tem preço :)
Katriny Rodrigues, obrigada por sua amizade!



Josi Rocha
blog.josirocha@r7.com


Versículo de Hoje



Tu ordenaste os teus mandamentos, para que os cumpramos à risca. Tomara sejam firmes os meus passos, para que eu observe os teus preceitos.

Salmos 119. 4-5






21 de novembro de 2012

Pequenos detalhes dizem muito sobre nós


Então, vamos às dicas de hoje sobre como ser mais agradável...

vNão seja rápida em se defender quando estiver sendo repreendida. Ouça, pense no que a pessoa está dizendo, tente entender. Na maioria das vezes, a pessoa tem razão se você simplesmente entender o porquê de estar falando sobre isso. Às vezes nós cometemos erros sem perceber e sem querer – isso não quer dizer que não sejam erros.

vVocê não precisa estar sempre de bom humor, mas sempre faça o esforço de fazer com que as pessoas se sintam bem ao seu redor. Não é culpa delas se você está com TPM ou se aquela sua amiga disse o que não devia.

vSeja limpa. Se você está limpinha, mas a sua mesa de trabalho não está, de que adianta? A sua casa, seu escritório, seu quarto diz muito a seu respeito. Então não é suficiente estar bonita, o lugar onde você fica, mora, estuda e trabalha também têm que estar bonitos.

vNão seja apressada em pedir conselhos. Às vezes tudo o que você precisa é orar e pedir uma resposta pra Deus. Se você está sempre perguntando tudo pra todo mundo, você está mostrando sua falta de dependência de Deus. Se porém, você orar e ver que precisa de uma reposta mas o tempo está acabando, então vá até alguém capaz de te ajudar. 


Hoje, a segunda dica foi pra mim. O tal do Humor. Às vezes ele é meu inimigo kkk, mas estou aprendendo a lhe dar com essa situação! É impossível estar sorridente todos os dias com todas as pessoas, na minha opinião paciência tem limites!!! Eu não sou Jesus, nem Jó. Eu sou humana e talvez a pior das criaturas, temos erros a perder de vistas, mas nossa virtude está em querer mudar isso, melhorar, fazer o contrário da nossa vontade ;-)

“Ganhamos um ponto” quando erramos, e na hora a ficha cai fazendo um tremendo barulho, dizendo “você errou” e humildemente abaixamos a cabeça e oramos em silêncio: Deus me perdoe! Isso quando não vamos mais além, pedindo desculpas, caso o erro tenha sido em relação a uma pessoa... Quando tomamos essa atitude, mostramos que realmente queremos mudar e acima de tudo agradar o nosso Deus!

\o/Fica a dica,
Josi Rocha

blog.josirocha@r7.com


20 de novembro de 2012

Bons Costumes II


Bom, continuando os bons costumes...estou amando essas dicas. São coisas básicas que devem ser praticadas no dia a dia, mas nem sempre atentamos a elas!


Não faça seu próprio círculo de amizades; esteja disponível para todas as amizades. Certifique-se de que as pessoas não vejam a placa "sem vagas" sempre que estiver com suas amigas mais chegadas;


Ofereça ajuda. Se você vê alguém carregando várias bolsas, ajude a carregá-las; se vê alguém que parece perdido, pergunte se pode ajudar de alguma maneira. 

Se você ama uma pessoa, fale para ela. Não espere até que aquela pessoa esteja fora da sua vida para mostrar apreciação. Faça algo hoje mesmo a fim de mostrar o que sente por ela. 

Não elogie as pessoas porque fica bem pra você. Qualquer um sabe quando você não está sendo sincero. As pessoas que gostam de elogiar demais as outras, geralmente são aquelas que gostam de falar mal também.

Caminhe como uma lady, fale como uma lady, se comporte como uma lady, sente-se somo uma lady. Preste atenção no sua linguagem corporal, tom de voz e gestos ao fazer essas coisas. Elas podem atrair ou fazer com que as pessoas se afastem de você.


Esse último me chamou muito a atenção; posso dizer que foi pra mim. Na verdade pra todas nós, pois infelizmente nem sempre nos comportamos como gostaríamos! É claro que gostaríamos de ser como uma lady! Mas às vezes reagimos a determinadas situações com rebeldia. Eu pelo menos já pude me atentar a esse fato de vez em quando!

É importante estar atenta aos nossos simples gestos, como o tom da voz, o jeito de olhar, o jeito até de fechar a porta e claro, o que postamos nas redes sociais, principalmente.
Tem muita gente de olho em nós que somos cristãs; qualquer deslize podemos estragar o que levamos tempo para construir – então vamos vigiar nossas atitudes, pois podemos evangelizar também através delas. Nem sempre é pelo muito falar que seremos ouvidas, mas quase sempre pelo nosso comportamento! 
Pensemos nisso...

Na fé,
Josi Rocha

blog.josirocha@r7.com

19 de novembro de 2012

Bons Costumes no Mês de Novembro


No início desse mês de Novembro, eu iniciei um propósito com Deus. Cada vez que a gente pede a Deus que nos mostre onde precisamos mudar, mais a gente vê que ainda falta muito pra mudar! E o meu propósito foi nesse sentido. Ainda não terminou, mas posso dizer que já deu pra perceber que a lista é grande; e graças a Deus por isso! Pois fico feliz de saber que Deus ainda tem me dado chances para me corrigir. Pude perceber que aquela velha frase é verdade: “Tem coisas que Deus nos dá, para que possamos aprender, e outras coisas Ele só dá, depois que nós aprendemos.” Pude perceber nesse propósito que quando a gente se fecha para certas coisas, Deus vem com a sua infinita misericórdia e trabalha em nós, conforme a Sua vontade.

Baseado nisso, encontrei no site da Cris Cardoso dicas de como ser agradável, e como refletir o Senhor Jesus através do nosso comportamento. Vou postar durante essas duas semanas que encerram o mês e também o meu propósito. Assim como me ajudou, espero poder ajudar também outras pessoas; pois muitas e muitas vezes achamos que estamos fazendo o correto, quando na verdade Deus sempre nos mostra que é preciso nos moldar a Ele. E isso cabe a nós...

Começando

#Sorria para as pessoas ao passar por elas. E se elas olharem para você, diga "bom dia, boa tarde ou boa noite”. 

#Olhe nos olhos das pessoas quando estiver escutando ou falando. Nunca olhe à volta como se não estivesse dando atenção. 

#Evite mascar chiclete em público. Se você se olhar no espelho enquanto mascar chiclete vai entender o porquê.

#Nunca se isole. Se você é de Deus, tem algo para oferecer. Sente-se ao lado de pessoas na igreja, converse, faça novas amizades;


Sugiro não ficar somente na leitura; mas sempre que se deparar com uma situação parecida, lembre-se dessas dicas que estarão sempre aqui! \o/
Seja qual for a área ou comportamento que vc precisa mudar, peça a direção de Deus e o mais importante, esteja disposta a isso. Senão de nada adianta :p

amanhã tem mais...


na fé,
Josi Rocha

blog.josirocha@r7.com



12 de novembro de 2012

Resposta


Resposta à pergunta enviada ao e-mail do blog, referente ao texto da semana passada.

Pergunta: 

Como justificar a mim mesma, se sou realmente convertida e não estou sendo enganada? (Amiga) 

Bom, na minha opinião, a pessoa convertida está sempre preocupada com a sua vida com Deus. Ela até tem certeza, mas é sempre vigilante. É como se ela ficasse com o pé atrás; sempre pede a Deus que a converta se ela ainda não é. Sempre pede a Deus para nascer de novo, se ainda não nasceu...Ela não fica achando que não precisa disso ou daquilo. Ela sempre precisa. Ela não fica achando que não precisa aprender certas coisas, há sempre coisas novas que precisamos aprender de Deus.

A pessoa convertida, está em comunhão com Deus todas as horas do dia, não é somente na Igreja. Ela luta pelas áreas da vida dela, mas não se esquece da sua vida com Deus, ela não mistura as coisas.  Ela está sempre preocupada com as coisas que ela anda fazendo e também falando. A pessoa nascida de Deus se preocupa com sua imagem, porque ela representa aqui na terra, o próprio Senhor Jesus. Ela é a Sua testemunha!

A pessoa que é convertida, ela não sente. Ela pensa. Ela pode até amar alguém, mas o seu coração não está nas mãos de ninguém, ela tem a consciência que se o “amor” dela não é de Deus, ela tem coragem de dizer a Deus “Seja feita a Sua Vontade”. Ela tem forças para abandonar amizades que não acrescentam em nada à sua vida com Deus, isso pra ela não é difícil porque agradar a Deus está acima de todas as coisas pra ela, mas ela vigia em suas amizades, até mesmo dentro da igreja.

Quem é nascido de Deus sempre fala a verdade. Sempre é sincero. Não tem medo e nem sentimento. Nascidos de Deus perdoam, não guardam mágoas nem rancor. Por mais difícil que seja, ela perdoa porque é essa a vontade de Deus.
A pessoa que é nascida de Deus não perde seu tempo com coisas fúteis, mas ela procura dar o seu melhor para o Senhor Jesus. Ela não senta na roda dos escarnecedores; ela não tem maus olhos; ela não fica comentando os erros dos outros, pelo contrário, ela ora por eles.

Ela não chama atenção, ela é a própria diferença!

Na fé,
Josi Rocha

blog.josirocha@r7.com


Com quem está a Sabedoria?


Está a sabedoria com os idosos, e, na longevidade, o entendimento?
Não! Com Deus está a sabedoria e a força; ele tem conselho e entendimento.

Jó 12. 12-13   



      

9 de novembro de 2012

Versículo de Hoje


Ora, as obras da carne são manifestas, as quais são: a prostituição, a impureza, a lascívia, a idolatria, a feitiçaria, as inimizades, as contendas, os ciúmes, as iras, as facções, as dissensões, os partidos, as invejas, as bebedices, as orgias, e coisas semelhantes a estas, contra as quais vos previno, como já antes vos preveni, que os que tais coisas praticam não herdarão o reino de Deus.  
         
Gálatas 5:10-21



8 de novembro de 2012

Meu Versículo de Hoje


Irmãos, se alguém for surpreendido nalguma falta, vós, que sois espirituais, corrigi-o com espírito de brandura; e guarda-te para que não sejas também tentado.

Gálatas 6-1




7 de novembro de 2012

Algo Novo pra Sua Vida


Tendo, pois, ó amados, tais promessas, purifiquemo-nos de toda impureza, tanto da carne como do espírito, aperfeiçoando a nossa santidade no temor de Deus.
2 Corintios 7.1


Cada novo dia, é uma oportunidade que Deus nos dá para que possamos recomeçar! Mas é impossível, se estivermos apegados ao passado. Ficar preso aos erros, as injustiças, as dores, lembranças  de ontem, são prejudiciais à nossa vida. 

O sacrifício do Senhor Jesus nos trouxe a Salvação; e com ela fomos libertas de todo fardo do passado nos fazendo novas criaturas. Deus sempre quer fazer coisas novas em nossas vidas, mas se cada vez que Ele tentar, encontrar em nós as coisas velhas, criamos obstáculos pra Ele;

Então, vamos aproveitar o dia de hoje e recomeçar. Não importa os seus erros do passado, não importa o que você fez, não importa o quanto a sua consciência te culpe, hoje você ainda tem a oportunidade de se voltar pra Ele! Já amanhã, será outro dia...

na fé,

Josi Rocha

blog.josirocha@r7.com


6 de novembro de 2012

Vamos às Perguntas


Continuando o assunto de ontem, vamos então às perguntas.

As perguntas servem para que através das nossas respostas venhamos a chegar numa conclusão óbvia. Eu não tenho o “poder” de dizer quem tem sido enganada ou não; mas através dessas perguntas, creio que conseguiremos chegar às respostas! Que sirva para todos nós; que sirva para que venhamos colocar a “barba” de molho. É inaceitável perder a salvação estando dentro da igreja, ou melhor, não ter a salvação estando dentro da Igreja!  E o pior, acreditar tê-la quando na verdade tem se vivido enganado (a). 

Nas suas orações, quando fala com Deus, você ora porque está acostumada ou ora por amor a Deus? O que costuma falar? Palavras de amor e carinho, ou fica pedindo, pedindo e pedindo? Você mais pede ou mais agradece?

O dia que você vai à igreja, vai pra conversar com os “amigos”, ver o paquera, ou porque realmente quer aprender mais de Deus? Você vai todo santo dia? Por quê?

Você costuma faltar nas reuniões de Domingo? 

Suas amizades da igreja te ajudam ou te atrapalham? Você influencia ou é influenciado? Para o bem ou pra o mal?

Seus conselhos fazem as pessoas se aproximarem de Deus ou fazem afastar?

Se você não dá conselhos, é por que ninguém te procura. Saberia responder por quê?

Você fica isolada porque não quer se misturar ou porque quer ficar em espírito?

As pessoas que te ajudam são sempre as mesmas? Elas já conhecem seu problema mais do que você mesma?

As pessoas veem seu testemunho, ou somente você é quem vê?

Se as pessoas comentam a seu respeito, você acha que os comentários são bons ou ruins?

Seu coração dispara na hora da oração forte? Suas pernas ficam bambas? Ou não sente nada? Ou nem costuma ir nas reuniões de Libertação?

Na hora da busca você sente alguma coisa? Você sempre chora?

Quando passa por um problema difícil, já pensa em sumir e abandonar tudo?

Quando você faz jejum costuma ser para resolver problemas? Ou é quase sempre pela sua vida espiritual, ou pela vida de outros?

Você faz amizades facilmente e sai contando seus problemas por aí?

Tem o costume de dormir na casa de amigos?

Tem mais tempo para as outras coisas, do que para seu momento com Deus?

Acha que você é convertida? Justifique a você mesma.

Vê os erros das pessoas mas não consegue ver os seus?

Sabe o que precisa fazer, mas não consegue colocar em prática?



Se eu for escrever todas as perguntas que me vieram a mente, faltará espaço! Mas espero que com apenas estas, você possa reavaliar a sua vida com Deus. Recomeçar é sempre bom, e não é necessário nenhuma data especial pra isso, basta apenas que você realmente queira e se entregue sem olhar para ninguém.

A propósito, tem o costume de se preocupar com o que os outros pensam a teu respeito? Isso não muda nada na tua vida!

na fé,

Josi Rocha


P.S: Caso queira ou precise de algum esclarecimento sobre as perguntas envie um email para blog.josirocha@r7.com

5 de novembro de 2012

Atente para essa pessoa


Sua intenção é fazer o melhor. É ser melhor para Deus e também para as pessoas; Diz ter uma certeza do Espírito Santo e pronto e acabou. Ela até vai à igreja, mas chega em cima da hora e sai assim que termina, pois não quer papo com ninguém; ela não se mistura com as outras pessoas! Ela “evangeliza” sozinha ou pela internet; acreditando estar fazendo a vontade de Deus. Ela quer viver no seu mundinho e se encontra uma pessoa que pensa como ela, é ainda melhor; As duas se unem para fazer “propósitos” a fim de agradar a Deus. Diz estar com a pessoa certa, com a irmã que não teve. “Uma entende a outra”  Parece mais um casal do que duas amigas!! Desculpem mas estou cansada de ver isso nas igrejas por aí, aff... e ao invés de se unirem para melhorar uma a outra, se unem para destruir a outra sem perceberem. O diabo consegue fazer isso muito bem, porque ele se camufla e usa pessoas de dentro da igreja para se aproximar da gente se fazendo de amigas...

Suas características são visíveis somente com certo tempo. Ela não consegue disfarçar para sempre; O que a pessoa sente não dura muito, aliás, nada na vida de uma pessoa enganada dura muito. Ela alimenta uma amizade não por muito tempo. Aquela pessoa que ela dizia ser a irmã, simplesmente agora é sua pior inimiga! Ninguém a sua volta presta, só uma pessoa ou outra. Ela consegue ficar chateada facilmente e está sempre sendo levada pelas emoções e sentimentos. Dificilmente consegue pensar, porque o sentimento é tão forte dentro dela, que ela quase nunca usa a cabeça. Está sempre indo pelo que sente, toma as decisões baseadas no que está sentindo.

O “testemunho” dela, só ela vê. Mais ninguém consegue enxergar. Ela até muda um pouco, acredito que pela misericórdia de Deus e pelo tempo, mas o verdadeiro milagre ainda não aconteceu! Está sempre passando pelos mesmos tipos de problemas; Os conselhos de pessoas próximas também são quase sempre os mesmos, mas infelizmente nada muda e nada acontece! Afinal, ela sabe de tudo. Sabe o que tem que fazer, mas nunca faz! Ela só faz aquilo que é bom e agradável aos seus próprios olhos; tem capacidade para ver os erros de todos, mas não consegue enxergar os seus; a pregação do pastor, nunca é pra ela, mas para o vizinho.

Tenho certeza que ao ler esse texto, ela se lembrou de alguém, mas não conseguiu olhar pra ela mesma.

Já sabe que pessoa é essa?

Amanhã irei postar perguntas que irão esclarecer melhor o texto de hoje!
Não perca.... 

P.S: Antes que comecem a dizer que eu estou julgando as pessoas, gostaria de ressaltar que não é esse o objetivo desse texto, mas sim esclarecer. Normalmente as pessoas de fora, conseguem enxergar melhor os nossos problemas, do que nós mesmas. 




Josi Rocha

blog.josirocha@r7.com




Versículo do Dia


O que usa de engano não ficará dentro da minha casa; o que fala mentiras não estará firme perante os meus olhos. 

Salmos 101-7





4 de novembro de 2012

A pedra que faz a diferença!


O que antes pra você era uma grande muralha, hoje é uma pedrinha de nada, que se misturou com outras tantas e formou a ''massa'' do seu corpo, do seu eu...

Vamos imaginar que somos o tijolo 'peça chave' para uma construção.
MAS...
Só tijolo, não dá!

É preciso outros materiais, e sabe qual é o ''mais importante" para a concretização da casa?
-A massa (cimento)!
Como sabemos o cimento, é o que une os tijolos... 

Espiritualmente falando, essa massa é o que nos faz firmes e fortes, para enfrentar situações adversas .


De cada problema, Deus permitiu que ficasse um grão de areia, uma pedrinha... para que fique sabido que não foi fácil mas que tudo cooperou para o bem... e para o seu crescimento espiritual!



2 de novembro de 2012

Versículo de Hoje


Como quem se despe num dia de frio e como vinagre sobre feridas, assim é o que entoa canções junto ao coração aflito. Se o que te aborrece tiver fome, dá-lhe pão para comer; se tiver sede, dá-lhe água para beber; porque assim amontoarás brasas vivas sobre a sua cabeça, e o SENHOR te retribuirá.

Provérbios 25. 20-22


1 de novembro de 2012

Primeira Resenha - Nada a Perder


Não existem palavras corretas que se possam descrever a grandiosidade do livro Nada a Perder. Para aqueles que são espirituais, por exemplo, não leram apenas um livro. Mas “pegaram o Espírito” podemos assim colocar. Não basta apenas ler com os olhos carnais, se for assim você só vai ficar sabendo da história do Bispo. E não é esse o contexto do livro. Mas sim, nos fazer enxergar com outros olhos as dificuldades. Nos fazer entender o porquê de certas coisas. 

Logo nas primeiras páginas, é possível ver como o bispo olha o céu. Ele não apenas olha para o céu, mas viaja no Espírito conversando com nosso Senhor Deus. Lembro-me que no dia que eu li isso, logo vim postar um texto =) de tão profundo que eu achei.

Os primeiros momentos do livro “Senhor onde estou” me trouxeram lágrimas...
“Vi” o Bispo naquela cena, enquanto lia com cuidado cada palavra – acho que não é possível imaginar a dor que ele sentiu, principalmente ao ver dona Ester e sua filha desesperadas sem entender o motivo de sua prisão. O Bispo permanecia calado, em espírito, tentando encontrar as respostas. Uma pessoa que ama a liberdade, a natureza, o céu, o sol, de repente se vê fechada em um lugar obscuro como ele mesmo coloca. Sem céu. Eu dou muito valor a isso! Não sei se suportaria, mas ele por amor ao nosso Deus e principalmente às almas, teve forças para manter-se firme; ele tinha um objetivo. É como está no outro livro – Biografia – Tudo o que aconteceu, serviria para o futuro da nossa Igreja!

A evangelização no presídio mexeu muito comigo! Muitas vezes, reclamamos de barriga cheia, enquanto muitos estão lá esquecidos por tudo e todos! Sabemos que estão lá porque fizeram isso ou aquilo, lógico estão pagando pelo que fizeram. Mas são almas; Deus odeia o pecado, mas ama o pecador.

“Diante de uma equipe de televisão, disse que percebia um batismo de fogo. Mesmo não merecendo, eu me via como os apóstolos, porque estava vivendo a mesma situação deles nos tempos antigos. Era um privilégio. Sofrer como os homens de Deus do passado sofreram por um Senhor que eu abracei com todo meu entendimento.” (pág 43)

Olha a grandeza como ele via a situação – ele queria ir embora para seu leito junto de sua família, mas ele olhava aquilo tudo com outros olhos. O que nem sempre nós conseguimos fazer. Será que falaríamos da mesma forma que ele? Eu acho que não...

A página 51 relata o momento mais esperado – sua liberdade. Lágrimas;
Saiu da prisão, e foi direto para o Altar – seu lugar – Lugar de proximidade com o nosso Senhor. No templo, a igreja aplaudindo nosso Deus! Muito forte; Eu não podia deixar de comentar esse capítulo. Ele está “matutando” na minha mente, desde o dia que eu li e não mais me esqueci.

Na próxima semana, tem mais...
a propósito, se você também já leu deixe aqui pra nós, o que você achou do livro e o que tirou de lição!

Josi Rocha

blog.josirocha@r7.com