Motivacional

Eu li um texto tão forte, que eu vou ter que postá-lo aqui para reflexão. 
 Às vezes só o que falta para muitos, é um simples empurrãozinho :)


Quem quer ser Gisele?


Já presenciei várias pessoas vendo nossa top brasileira estampada na capa de uma revista, dizendo: “Número 1 do mundo? Afff… Ela nem é bonita…” E daí em diante era um tal de enumerar defeitos que dava uma lista imensa. Uma pena que seja mais fácil desdenhar o sucesso dos outros do que correr atrás do seu próprio… Tsc, tsc, tsc…
Por outro lado, também já ouvi gente dizendo: “Essa Bündchen nasceu virada pra lua. Vai ter sorte assim lá longe!”
Pois é, uns 8 outros 80… Mas o que quero convidá-la a refletir esta semana é: Como ser a número 1 na sua carreira.
Para isso, vamos de Gisele. Aí na foto ela está estilo “Dona Florinda” bem no comecinho da carreira, quando saiu de Horizontina, uma cidadezinha no interior do Rio Grande do Sul, se preparando para a capa da revista Capricho, em 1994. Uma bebê de 14 aninhos!
Logo depois, foi morar no Japão sem falar japonês nem inglês. Sua maneira de se comunicar com fotógrafos, produtores e bookers (profissionais que fecham trabalhos para as modelos) era seu corpo. A brasileirinha que não falava nada tinha que ser melhor que muitas modelos mais velhas e mais experientes para poder conseguir trabalhos e poder comer o seu sushi… Teve que vencer a idade, o fato de estar longe de casa, da família, dos amigos, da comida da mamãe e de seu idioma. Ela teve que crescer e amadurecer sozinha.
Aos 16 se mudou para Nova York ainda sem saber inglês direito, mesmo assim, não se abateu. Para quem não sabe, Gisele foi muito criticada no início da carreira por não ter o tipo de beleza que se esperava de uma modelo. Mas em vez de choramingar e dizer que a vida é um mar de injustiças, ela se fez de surda e foi em frente.
Se você visse essa mocinha na foto abaixo, sem maquiagem, andando pela rua, talvez nem reparasse nela, não é verdade?
Será que quando as pessoas olham para você também passam adiante e não dão a mínima? E será que em vez de você seguir em frente na sua fé você se abate pelo olhar desdenhoso dos outros? É pra se pensar…
Os anos se passaram e, com muito trabalho, horas em frente ao espelho criando um vasto e original repertório de poses e malhando muito para manter a forma, ela chegou ao topo. Daí Gisele ficou satisfeita e voltou para Horizontina… Opa! Nada disso! Gisele queria mais. Ela gostou de estar no topo e então, resolveu se manter lá.
Talvez manter-se no topo seja ainda mais difícil do que chegar lá. É preciso se empenhar ainda mais.
Mais que superar outras modelos que, ano após ano vão ingressando nesse mercado tão competitivo, Gisele tinha que superar a si mesma. Ela era a número 1 e precisava ser melhor do que a própria número 1! Era preciso bater seus próprios recordes.

Veja que beleza a foto abaixo e analise cada detalhe:


Para manter a forma e ganhar leveza e mobilidade, Gisele faz Kung Fu. Veja que abertura de pernas incrível e repare na delicadeza do pé esquerdo no chão. Parece que ela faz isso sem o menor esforço. Sem falar na expressão forte do rosto e na composição dos braços. Perfeita! Você acha que isso é para qualquer uma? Conheço modelos que não se alimentam direito e fumam tanto que mal sabem fazer um 4 com as pernas…
Mas não é só o Kung Fu, tem também yoga, para garantir elasticidade e força.






Observem o detalhe da mão direita, o pescoço alongado, a forma geométrica que ela faz com o braço e perna esquerda. Demais!
Todo esse empenho nos treinos lhe deu o domínio de corpo que a foto abaixo exige.









Consegue perceber que ela não está apoiando o pé na cela? A mão que segura as rédeas está relaxada, a expressão do rosto tranquila e ela parece fazer parte do cavalo. Um luxo!
Mas olha ela aí embaixo, ralando pra cuidar da forma física mesmo grávida! E você achando que vida de modelo era só glamour!!





O que quero dizer com tudo isso é: meninas, não existe outra forma de chegar ao topo naquilo que você faz sem muito TRABALHO, muito ESFORÇO e muuuuuuito SACRIFÍCIO.

Se você precisa perder horas de sono para fazer uma faculdade, faça. Se precisa ler horas a fio, leia. Se tem que treinar incansavelmente para conseguir se aperfeiçoar em algo, treine. Faça tudo o que estiver ao seu alcance e não espere por ninguém, nem mesmo por Deus, pois Deus só fará por você aquilo que você não pode fazer.

Texto: Patrícia Lages

Nenhum comentário:

Postar um comentário