25 de março de 2013

Nascer de Novo


Antes de receber o batismo com o Espírito Santo, primeiro você precisa nascer de novo!
E esta etapa, é totalmente diferente do batismo com o Espírito Santo.
Mas vamos do início…

Primeiro, para a pessoa nascer de novo, deve ser convertida, como explicamos anteriormente. A pessoa que está nesta etapa, mas deseja entrar no processo do Novo Nascimento, não aceita apenas mudar de rumo: Ter deixado as amizades; ter abandonado os lugares que frequentava ou tudo o que prejudicava a sua fé. A sua atitude é diferente em prol do que quer, que é conhecer a Deus, de fato e de verdade.




Por isso, começa a vigiar as suas atitudes: Constantemente, vigia como age, quais os seus pensamentos e desejos; o que sente, como vai para a Igreja, etc.
Começa a ficar alerta, de acordo com o objetivo que tem em mente.

Pois, até então, como convertido, sabe que possui muitas fragilidades e que, se não conhecer o Senhor Jesus pessoalmente, apenas permanecerá informado acerca d’Ele. Porque foi isto que aconteceu: Apenas recebeu informações acerca da Fé.
A partir do momento que tem o objetivo firmado, fica bem alerta, pois reconhece que ainda tem que percorrer um longo caminho.

Começa a procurar “ser” para Deus. Este é o processo: A pessoa convertida que quer um compromisso sério com Deus, deseja “ser” para Ele. Não apenas evangeliza, participa no Grupo Jovem ou tem o desejo apenas de ser obreiro(a), para alcançar uma posição na Igreja e ser bem visto. Mas deseja entregar-se 100% para Deus, e luta por isso!

Chegará, então, o momento, em que o próprio Deus saciará a sua sede!
E quando experimenta este Encontro com Deus, consegue ver com clareza os seus pecados. Já não se assemelha aos discípulos, cuja comparação fizemos ontem, que se esconderam.

Neste momento, conseguimos ver! E sabe porque é importante ver? Porque torna-se garantido aquilo que ouvimos. Como o médico: Estuda muitos anos, mas precisa ver a sua ação, na prática, de forma a exercer devidamente a sua profissão.
Não é diferente para a pessoa que nasce de novo: Ela vê Deus! É uma Luz, que ilumina com clareza tudo o que está adiante. Consegue perceber tudo o que é errado, e enxergar, claramente, tudo o que é pecado. Está apta a reconhecer que precisa de salvação!


Anteriormente, tinha noção de que o pecado não estava correto, mas agora percebe totalmente, o perigo do pecado.
Quando a pessoa nasce de Deus percebe a dimensão real do seu estado.


“Em verdade, em verdade vos digo: se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fica ele só; mas, se morrer, produz muito fruto.” (Jo.12:24)
Se o convertido, não “morre” para si mesmo, fica sozinho nas lutas. Permanece isolado e, por isso, dependerá sempre de alguém para o auxiliar e ajudar, pois não tem forças próprias.

Por outro lado, se “morrer”, deixando a sua natureza pecaminosa e desfazendo-se daquilo que passou a odiar, começa a produzir muito fruto.

E isto, é um desejo unicamente pessoal! Não é a religião, o pastor ou a esposa do pastor, que o desejam profundamente. Ninguém mais, além de si, e do seu despojamento interior.

“Quem ama a sua vida perde-a; mas aquele que odeia a sua vida neste mundo preservá-la-á para a vida eterna.” (Jo.12:25)

Aqui, vemos claramente, que a pessoa convertida está ainda no processo de amar a sua vida. E, por isso, não consegue “perder”; negar a sua fé, e permanece só! Daí, não ter certeza, no momento das lutas, de que Deus está com ela.
Reparou em uma pessoa egoísta? Fica só! Ninguém quer ficar por perto.
E a pessoa convertida, que fica neste processo e não evolui para o Novo Nascimento, é exatamente assim: Fica sozinha, e, muitas vezes, lança pedras, porque não consegue acompanhar os demais. Mas isto, porque só vê a “vidinha” dela; porque não está disposta a “abrir mão” da sua vontade…

Acha que, evoluindo, é um “favor” muito grande que está a fazer a Deus! Não consegue enxergar a sua necessidade.
“…mas aquele que odeia a sua vida neste mundo…”
Aquele que odeia o que faz de errado; que odeia as suas fraquezas; caráter; gostos; vontade; o seu envolvimento com prazeres e com desejos. Não deseja mais isto, ou sentir-se mais, desta forma.

Quando odeia, já nasceu dentro de si um temor; porque não quer perder o que tem recebido de Deus. Prefere perder a “vida” do que retroceder.
O Novo Nascimento vem quando a pessoa odeia; quando ela não quer mais viver sob o jugo das suas vontades. Quer ser livre, e conseguir servir a Deus livremente!

Você que está a participar nestes 21 Dias, deve avaliar a sua vida. Estamos a tratar da Verdade, e jamais a iludiremos. Estamos a falar sobre Quem é Jesus e o quão Especial Ele é! Vai saber Quem é o Espírito Santo.
E aguardem, todas vocês, pois nestes 21 Dias, você que não é batizada, sê-lo-á, e se apenas é convertida, tem que nascer de Novo, para que, então, receba o batismo com o Espírito Santo.

(Vivi Freitas)


P.S: Achei esse texto muito importante e edificante. Estamos vivendo a fé do Jejum de Daniel. E esta é uma excelente oportunidade de nos achegarmos ainda mais a Deus. É momento de avaliar a fundo, se realmente nascemos de Deus, se realmente estamos salvos. Para quem ainda não teve a experiência de se desligar do mundo para ficar totalmente em espírito, quase que 24h por dia, tem a chance agora nesse Jejum. Aproveite que acabou de começar, e entre nessa fé você também. Participe.

Maiores Informações Aqui

Na Fé,
Josi Rocha



Nenhum comentário:

Postar um comentário